Google News

O Centro de Medicina Operativa da Marinha realizou, no período de 22 a 25 de junho, adestramento de Suporte Básico de Vida e Transporte de Feridos, para 16 militares da Fragata “Independência”, e em Atendimento Pré-Hospitalar (APH) em combate, para 15 militares do Grupamento de Mergulhadores de Combate (GRUMEC) que estarão destacados, a fim de prepará-los para a Operação “GUINEX-I”, que prevê a participação do navio em operações com Marinhas dos países do Golfo da Guiné.

O adestramento em Suporte Básico de Vida e Transporte de Feridos é destinado à capacitação de militares para o exercício das tarefas de socorrista e padioleiro a bordo das organizações militares operativas. Já o APH em combate é o atendimento de emergência pré-hospitalar específico, realizado durante um emprego tático, envolvendo vítimas feridas em locais inóspitos.

Os adestramentos tiveram o objetivo de preparar os militares para prestarem os primeiros atendimentos as baixas, sendo capazes de preservar a vida e utilizar as técnicas de remoção dos feridos até local onde seja possível a prestação de atendimento em saúde especializado.

blank
Aluno aplica técnica para controle de
hemorragia durante o exercício

Os Adestramentos contaram com atividades teóricas e práticas, como manobras de ressuscitação cardiopulmonar e parada cardiorrespiratória, emergências clínicas, trauma e afogamento. Para os militares do GRUMEC, intensificou-se medidas mais específicas, como cuidados sob fogos, cuidados em Campos Táticos e Evacuação Tática.

Participe do nosso grupo e receba as principais notícias do Defesa em Foco na palma da sua mão.

blank

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui