No dia 30 de abril, o Centro de Medicina Operativa da Marinha (CMOpM) recebeu a visita de um grupo de alunos da Liga Acadêmica de Emergência da Universidade de Taubaté (UNITAU). A iniciativa proporcionou aos estudantes de medicina uma visão aprofundada das operações e treinamentos especializados que definem a medicina operativa dentro do contexto militar.

Recepção e Introdução

Os visitantes foram calorosamente recebidos pela Diretora do CMOpM, Capitão de Mar e Guerra (Md) Sônia Petersen. Ela apresentou a missão e os objetivos do centro, enfatizando a importância da especialização em saúde operativa. A apresentação destacou como o CMOpM prepara profissionais de saúde para apoiar militares em missões, especialmente em condições e ambientes adversos.

Atividades Práticas e Demonstração

blank
Instrução no laboratório de habilidades médicas

Após a introdução, o Primeiro-Tenente (Md) Bruno Menderlson Dácio Silva, junto com uma equipe de instrutores, conduziu atividades práticas. Essas atividades visaram dar aos alunos uma experiência realística dos desafios enfrentados por médicos em cenários de campo. A visita prosseguiu para o laboratório de habilidades médicas, onde o Capitão de Fragata (Md) Eloi Luna Freire de Moraes demonstrou procedimentos médicos que são comumente realizados em ambientes operacionais.

Impacto da Visita

A oportunidade de interagir diretamente com profissionais experientes em medicina operativa foi uma experiência enriquecedora para os alunos. Através das demonstrações práticas, eles puderam compreender melhor as demandas únicas da medicina em contextos militares e de emergência, uma área que exige não apenas conhecimento técnico, mas também a habilidade de adaptar-se rapidamente a situações variáveis e muitas vezes críticas.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).