Em um importante avanço para a segurança na navegação e a proteção ambiental, a Capitania Fluvial de Minas Gerais (CFMG) celebrou a chegada de uma nova moto aquática, modelo Sea-Doo GTI SE 170HP, em 30 de abril. Este reforço operacional foi possível graças a uma emenda parlamentar do Deputado Federal Junio Amaral, demonstrando um significativo apoio do legislativo às atividades marítimas do estado.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Potencializando a Fiscalização

Com a adição da nova moto aquática, a CFMG está agora mais equipada para zelar pela segurança da navegação, pela salvaguarda da vida humana e pela prevenção da poluição hídrica nas águas sob sua jurisdição. Especificamente, a embarcação será utilizada nas ações de fiscalização do tráfego aquaviário na represa de Várzea das Flores, beneficiando diretamente os municípios de Contagem e Betim, em Minas Gerais.

Visita do Parlamentar

blank
Visita às instalações da CFMG

Durante a entrega da moto aquática, o Deputado Junio Amaral visitou as instalações da Capitania Fluvial e teve a oportunidade de conhecer de perto as operações e atividades conduzidas pela Marinha no estado. Esta visita também serviu como palco para discussões sobre questões estratégicas mais amplas, incluindo a importância da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) n.º 55/2023, que propõe a alocação anual de um percentual do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro para a Defesa Nacional.

Impacto e Futuro

A aquisição da moto aquática não apenas melhora a capacidade de resposta da CFMG mas também reafirma o compromisso do governo e dos representantes eleitos com a segurança e a integridade das operações marítimas e fluviais no estado. A cooperação contínua entre os órgãos governamentais e as forças armadas é vital para manter e expandir a segurança nas águas interiores, um componente crítico para o bem-estar econômico e ambiental de Minas Gerais.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).