Foram recolhidos 493 kg de lixo dos manguezais

A Capitania dos Portos de Pernambuco (CPPE) participou, no dia 24 de julho, de um mutirão de limpeza dos mangues do Rio Formoso e do Rio Mamucabas, a 88 km da capital Recife (PE). Os rios abrangem os municípios de Rio Formoso, Sirinhaém, Tamandaré e Barreiros. Durante a atividade, foram recolhidos 493 kg de lixo dos manguezais.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

O mutirão buscou ressaltar a importância do descarte correto do lixo e do combate à poluição dos mangues. A ação de conscientização ambiental, prevista no Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar do Ministério do Meio Ambiente, fez alusão ao Dia Mundial de Proteção aos Manguezais, celebrado em 26 de julho.

Na ocasião, participaram 40 pessoas, entre integrantes do Projeto “TerraMar” do Ministério do Meio Ambiente, do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Marinha do Nordeste, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, da Agência Estadual do Meio Ambiente de Pernambuco e do Consórcio Porto Sul. A causa também foi apoiada pela Cooperativa de Catadores de Lixo de Tamandaré e por grupos que atuam em mutirões na região.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).