Brasil e Guiana discutem implantar estrada em Roraima até Lethem

Outro ponto ocorrido durante visita oficial foi a assinatura de acordo para impedir crime entre fronteiras

Reunião ocorreu nesta quinta-feira, 26 (Foto: Itamaraty)

Google News

A efetivação da estrada que liga Roraima a Lethem foi alvo de debate durante visita de representantes do governo do Brasil a Guiana. A informação é que foram retomadas as discussões sobre a conclusão da estrada que liga os dois países e a assinatura de um acordo de cooperação técnica para combater crime entre fronteiras.

A visita ocorreu nesta quinta-feira, 26. Na ocasião, o ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo esteve em reunião com o presidente da Guiana, Irfaan Ali; o vice-presidente IDr. Bharrat Jagdeo; o ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional, Hugh Todd; além do procurador-geral e os ministros da Agricultura, Obras Públicas e Assuntos Internos.

Segundo o governo brasileiro, as duas partes revisaram o atual programa de cooperação entre a Guiana e o Brasil e concordaram com a implementação de uma série de medidas destinadas a expandir e fortalecer a colaboração nos níveis bilateral e regional no contexto dos mecanismos de cooperação existentes.

“Após intercâmbios francos, acordaram as modalidades para o avanço da agenda de cooperação nas áreas de infraestrutura, comércio e investimentos, saúde, agricultura, energia, turismo e segurança”, reforçou o Itamaraty.

noti text 1606516636 - Brasil e Guiana discutem implantar estrada em Roraima até Lethem
Ernesto Araújo esteve com presidente da Guiana, Irfaan Ali e demais representantes (Foto: Itamaraty)

Brasil e Guiana assinam acordo de cooperação técnica para combater crime entre fronteiras

Brasil e Guiana determinaram, entre si, adotar medidas para realização de nove artigos. Em primeiro lugar está retomar as discussões sobre a conclusão do Projeto Rodoviário Guiana-Brasil, bem como sobre a implementação do “Acordo Transporte Rodoviário Internacional”.

Outro ponto é avançar em discussões sobre cooperação energética, incluindo aspectos ambientais, por meio do intercâmbio de missões técnicas e informações e buscar maior colaboração entre as autoridades de saúde, uma vez que ambos os Estados continuam lutando contra os efeitos nocivos do COVID-19.

Durante a visita também foi assinado o Memorando de Entendimento (MOU) para os “Estudos Técnicos de Viabilidade para Instalação de Rota Ótica de Boa Vista, Brasil a Georgetown, Guiana”, reconhecendo a importância de estabelecer infraestrutura de conectividade digital entre os dois países.

Além disso, também foi determinada intensificar a colaboração na área de segurança e combate às atividades ilícitas e ao crime organizado, por meio do intercâmbio de informações e conhecimentos.

“Para tanto, as duas partes firmaram o Acordo de Cooperação Técnica Internacional entre a Unidade Aduaneira Antinarcótico da República Cooperativa da Guiana e a Polícia Federal da República Federativa do Brasil”, explicou o Itamaraty.

Fora isso, também foi definido o aumento de colaboração em questões agrícolas, incluindo cooperação técnica no manejo de pragas e doenças, como exemplificado pelas atividades conjuntas de monitoramento da Mosca da Carambola (CFF); convocar em Georgetown, em janeiro de 2021, uma reunião do Grupo Guiana / Brasil de Cooperação Consular; convocar reunião do Comitê Técnico, no âmbito do Acordo de Alcance Parcial, com vistas à ampliação do comércio e dos investimentos; continuar a coordenação política e o diálogo sobre questões regionais, com ênfase na promoção da democracia e da prosperidade compartilhada e a visita do presidente Jair Bolsonaro à Guiana, prevista para ocorrer em 2021.

Por Folha Web



Receba nossas notícias em tempo real através dos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui