No período de 30 de junho a 2 de julho, o 26° Batalhão de Infantaria Pára-quedista (26° BI Pqdt) realizou a Operação Santos Dumont na região de Saquarema (RJ), empregando o efetivo de uma subunidade. No exercício, que contribuiu para o adestramento das frações do Batalhão, foram realizados dois lançamentos de aeronave C-130 Hércules.

Inserida no contexto de um exercício simulado, com situações gerais e particulares hipotéticas, a 2ª Companhia de Fuzileiros Pára-quedista realizou uma incursão aeroterrestre por meio de salto de paraquedas semiautomático. Após a reorganização da companhia, foi realizado um deslocamento a pé para uma posterior ocupação de uma Área de Reunião Clandestina (ARC), que foi utilizada como ponto de apoio para a execução de patrulhas de combate como neutralização, resgate e suprimento. Terminadas as ações ofensivas, a tropa realizou uma exfiltração a pé até o aeródromo de Saquarema, finalizando o exercício de campanha.

Para a operação, o 26º BI Pqdt contou com o apoio da Companhia de Precursores Pára-quedista (Cia Prec Pqdt) e com o Batalhão de Dobragem, Manutenção de Pára-quedas e Suprimentos pelo Ar (Batalhão DOMPSA), organizações militares paraquedistas necessárias para a preparação e execução da atividade aeroterrestre.

O 26° BI Pqdt está em condições de ser empregado em operações de defesa externa como peça de manobra da Brigada de Infantaria Pára-quedista, que integra a Força de Emprego Estratégico do Exército Brasileiro.

blank

Fonte: 26º BI Pqdt
Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui