Aviso Balizador “Denébola” durante inspeção de auxílios à navegação

O Aviso Balizador “Denébola”, meio subordinado ao Centro de Hidrografia e Navegação do Norte (CHN-4), realizou, no mês de junho, o restabelecimento de três auxílios à navegação no Rio Pará (PA), importante via navegável do Arco Norte do Brasil.

Na oportunidade, foram restabelecidos o Farol de Soure e o Farolete Carnapijó, no Rio Pará. Oportunamente, também foi realizada a reconstrução do Farolete Bujarú, localizado no Rio Guamá, além de inspeção nos sinais náuticos do trecho compreendido entre as cidades paraenses de Soure e Bujarú.

O CHN-4 possui 103 sinais náuticos sob sua responsabilidade e, visando cumprir o Plano de Trabalho de Auxílios à Navegação, realiza um planejamento de atividades de lançamento, restabelecimento e manutenção periódica dos sinais, resultando na melhora crescente do índice de eficácia dos que estão sob sua jurisdição.

Marcelo Barros, com informações e imagens da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui