No último dia 7 de maio, um evento significativo ocorreu na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), reunindo figuras chave da defesa nacional e da indústria de defesa brasileira. O encontro teve a participação do Almirante de Esquadra Alexandre Rabello de Faria, Diretor-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha (DGDNTM), que apresentou importantes atualizações sobre os programas de ciência e tecnologia na Marinha do Brasil.

COLABORAÇÃO ENTRE MILITARES E INDÚSTRIA PARA FORTALECER A DEFESA

A reunião plenária conjunta do Departamento de Defesa e Segurança (DESEG) e do Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa (SIMDE) contou com uma composição diversificada de líderes do setor, evidenciando a tríplice hélice de colaboração entre forças armadas, indústria e academia. Entre os presentes, destacaram-se o Comandante Militar do Sudeste, General de Exército Guido Amin Naves, e o Major Brigadeiro do Ar Luiz Cláudio Macedo Santos, comandante do Quarto Comando Aéreo Regional (IV COMAR).

A IMPORTÂNCIA DA INOVAÇÃO E TECNOLOGIA NA ESTRATÉGIA DE DEFESA

Durante sua apresentação, o Almirante Rabello elucidou sobre a importância do desenvolvimento tecnológico e da inovação como pilares estratégicos para a segurança nacional. Os projetos abordados por ele ressaltam o compromisso da Marinha com o avanço da tecnologia nuclear e de outras tecnologias emergentes, essenciais para a soberania nacional e para o reforço das capacidades defensivas do país.

EVENTOS COMO FOMENTO À COOPERAÇÃO NACIONAL E INOVAÇÃO

O evento na FIESP proporcionou uma plataforma para discussão e troca de ideias, fortalecendo os laços entre diferentes setores envolvidos na defesa do Brasil. Esta interação entre lideranças militares e industriais não apenas impulsiona o desenvolvimento de tecnologias, mas também promove uma maior integração e entendimento mútuo entre as partes, vital para o desenvolvimento sustentável e estratégico da Base Industrial de Defesa.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).