No dia 23 de maio, os militares do 1º Regimento de Carros de Combate (1º RCC), situado em Santa Maria (RS), realizaram um exercício de lançamento de granada de mão e de bocal. Antes de se dirigirem para o Campo de Instrução de Santa Maria, os militares foram preparados com instruções teóricas detalhadas. O conhecimento sobre as características técnicas, emprego, manuseio e transporte das granadas foram transmitidos, garantindo a segurança e a eficácia da operação.

O Exercício Prático: Lançamento de Granadas

Com a fase teórica concluída, era hora de colocar os conhecimentos à prova. Os militares foram direcionados a um local apropriado no Campo de Instrução para a execução prática do tiro. A área específica foi escolhida devido à potência das granadas, cujo poder de fogo é superior ao suportado pelos estandes de tiro convencionais.

Importância do Treinamento Militar

Este tipo de treinamento é fundamental para o aprimoramento das habilidades dos militares em situações reais de combate. Além de familiarizar os participantes com as granadas e aprimorar suas habilidades, o exercício também é uma oportunidade para avaliar a disciplina e a coragem dos militares em situações de alta pressão.

Os exercícios práticos, como o de lançamento de granadas, são uma parte vital do treinamento do 1º RCC, garantindo que nossos militares estejam sempre prontos para enfrentar qualquer desafio que possa surgir no campo de batalha.

Marcelo Barros, com informações e imagens do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).