No período de 23 de novembro a 11 de dezembro, o Comando de Operações Especiais, por intermédio do 1º Batalhão de Forças Especiais, conduziu o Joint Combined Exchage Training (JCET) 2020, Intercâmbio Combinado de Forças Especiais, compromisso internacional assinado em Conferência Bilateral de Estado-Maior entre o Exército Brasileiro e o Exército dos Estados Unidos da América (EUA).

O intercâmbio, ocorrido no Comando Militar da Amazônia (CMA), teve como objetivos a troca de experiências de combate e o aperfeiçoamento de técnicas, táticas e procedimentos de Forças Especiais, tendo como participantes um Destacamento Operacional de Forças Especiais (DOFEsp) do 1º Batalhão de Forças Especiais, um DOFEsp da 3ª Companhia de Forças Especiais e um DOFEsp do 7º Grupo de Forças Especiais do Exército dos EUA, além de observadores do 1º Batalhão de Ações de Comandos e do Centro de Instrução de Operações Especiais.

blank

Na primeira semana, além de medidas administrativas, ocorreram ambientações e reconhecimentos dos locais de instrução. Os destacamentos puderam realizar um primeiro módulo de tiro, possibilitando que os militares americanos tivessem o primeiro contato com o ambiente operacional amazônico.

Na semana seguinte, ocorreu a abertura oficial do JCET, com a participação do General de Exército Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, Comandante Militar da Amazônia; do General de Divisão Marcos de Sá Affonso da Costa, Chefe do Preparo da Força Terrestre; do General de Divisão Omar Zendim, Chefe do Centro de Coordenação e Operações do CMA; e do General de Brigada Gustavo Henrique Dutra de Menezes, Comandante de Operações Especiais.

Com o apoio do 1º Batalhão de Infantaria de Selva (Aeromóvel), os operadores tiveram contato com técnicas de sobrevivência, na Base de Instrução Nº 2 do Centro de Instrução de Guerra na Selva, facilitando na aclimatação dos participantes estrangeiros ao ambiente de selva.

A terceira semana, desenvolvida na Base de Instrução Nº 4, teve como objetivo principal a execução de técnicas de tiro. Os destacamentos realizaram Ações Táticas em Contato com Inimigo (ATCI), módulos de tiro diversos e técnicas aeromóveis (diurna e noturna) com apoio do 4º Batalhão de Aviação do Exército.

Na quarta semana, o objetivo principal foi a realização de um exercício combinado no contexto de combate contra forças irregulares. Nesse exercício, os destacamentos planejaram e executaram missões interligadas de monitoramento, abordagem de embarcações, neutralização de ameaças e resgate de reféns.

O exercício contou com a participação de outras organizações militares do CMA: a Base de Operações teve o apoio de Comando e Controle, prestado pelo 1º Batalhão de Comunicações de Selva, permitindo o acompanhamento em tempo real das operações em andamento; o Centro de Embarcações do Comando Militar da Amazônia apoiou na inserção dos destacamentos com embarcações Ferry Boat e Guardian; já o 4º Batalhão de Aviação do Exército apoiou na extração noturna das equipes com aeronaves HM-2 e HM-4.

Na continuação do intercâmbio, os destacamentos realizaram adestramentos voltados para o combate contraterrorismo, realizando treinamentos de progressão em ambientes confinados e módulos de tiro contraterrorismo.

A última semana foi marcada por uma visita dos operadores de Forças Especiais dos dois países à 2ª Brigada de Infantaria de Selva e ao Comando de Fronteira Rio Negro / 5º Batalhão de Infantaria de Selva, em São Gabriel da Cachoeira (AM), e ao Pelotão Especial de Fronteira de Maturacá (AM). A visita foi uma oportunidade ímpar de o destacamento americano conhecer um pouco do trabalho exercido pelo Exército Brasileiro na remota fronteira norte do país, com ênfase na tríade “Vida, Combate e Trabalho”.

No dia 11 de dezembro, o JCET foi oficialmente encerrado, com a certeza de que a troca de experiências entre as frações de Forças Especiais do Brasil e dos EUA contribuiu para estreitar os laços de amizade entre os dois países bem como ampliar as capacidades operativas dos destacamentos envolvidos.

Fonte: COpEsp

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui